A FÉ TEM MUITAS CARAS

Há quem acredite que uma corrente de energia positiva pode influenciar de forma determinante o desfecho de algumas situações.

A ideia é reunir um grupo de pessoas, quanto maior melhor, que se concentram num determinado objectivo em simultâneo e, dizem os mais crédulos, criam as condições para se cumprir o desígnio comum.

 

Eu sou um crente moderado no poder que as pessoas possuem para influenciarem o destino das outras por essa via das ondas energéticas, tanto para o bem como para o mal.

Há demasiadas lacunas no conhecimento que possuímos acerca do poder da mente humana para lhe definirmos os limites e essa é uma margem de manobra ampla o bastante para a especulação ou mesmo para um tipo de fé semelhante ao que move quem acredita em vudus ou em mezinhas curandeiras à distância. Ou mesmo em deuses que nunca alguém viu.

 

Tudo isto para agradecer a quem deixou na caixa de comentários da posta abaixo ou no meu telemóvel a manifestação de uma vontade (a tal energia positiva) que mal não faz de certeza, nem que seja pelo efeito placebo de um sorriso que contraria a tristeza que uma doença nos induz.

 

Eu acredito que a vossa iniciativa contribuiu para que hoje me sinta bem melhor, sem qualquer tipo de medicação.

E fico feliz por poder sentir as coisas dessa forma, pelo que vos agradeço a intenção, a iniciativa e (porque não?) os resultados.

 

Sou um tubarão com mais mimos do que algum dia fiz por merecer.

publicado por shark às 09:40 | linque da posta | sou todo ouvidos