CONVERSA DE GAJO

Dei comigo a lavar a louça (nós, campistas, ainda não usamos máquina) ao mesmo tempo que transmitiam na televisão um jogo do meu Glorioso.

O jogo é a feijões, de apresentação e mais não sei o quê, mas não consigo disfarçar o desconforto que um gajo sente quando dá consigo desinteressado da bola.

 

A pessoa até sente a masculinidade comprometida.

publicado por shark às 22:20 | linque da posta | sou todo ouvidos