ENGUIÇO QUEBRADO

palco de fe.JPG
Foto: sharkinho

Dizem que é perigoso alardear a felicidade que sentimos, pois isso poderá atrair invejas e outro tipo de maldições. Não acredito. E mesmo que acreditasse teria a obrigação de reunir a coragem necessária para enfrentar esses papões.
Acabo de atravessar um dos períodos mais complicados das minhas quatro décadas de presença nesta vida que algum milagre me concedeu. E hoje, ao fim de um chorrilho de más notícias, desilusões e muitos dias de aflição, recebi um sinal positivo que me renova a fé nos dias melhores.

A esta reviravolta no meu humor também associo o facto de sair quase incólume da situação. Sem perder o que mais falta me faz, no meio do meu desgosto e das minhas reacções de animal ferido pelas contingências que o destino (ou o mau olhado que acima sugeri) me preparou.
Sinto-me capaz outra vez. Capaz de agir em conformidade com o que espero de mim e o que me merece quem me prova todos os dias a sua estima pelo tubarão.

Ao longo do ciclo de coincidências inoportunas, revelações indesejadas, ameaças veladas e azares em catadupa que agora encerrou vivi tempos que não desejo repetir. Valer-me-ei das lições que entretanto aprendi e recuperarei a força gasta pelo amor na minha protecção. Para que a desdita ou a combinação de males menores não voltem a fazer-me vacilar. Seja contra quem ou o que for.

Hoje sinto-me feliz e partilho convosco sem medos a minha alegria. Amanhã logo se vê.

Bom fim-de-semana a quantas(os) o passem à distância deste meio que nos reuniu. E os meus votos de que com as minhas palavras consiga distribuir por quem as lê a mesma esperança que este dia me renovou. E um bom dia, também!
publicado por shark às 11:18 | linque da posta | sou todo ouvidos