VAMOS PARAR

stop.JPG
Foto: sharkinho

Vamos parar, nem que seja por uma hora, de esbanjarmos água como se esta não escasseie noutros pontos do país ou do mundo e nunca possa um dia vir a fazer-nos falta também.
Vamos parar de fazer de conta que a honra, a dignidade e o brio passaram a ser palavras vãs e antiquadas, coisas que deixaram de existir, obsoletas, incapazes de prevalecerem no mundo mesquinho que estamos a construir.
Vamos parar, ou mesmo alterar o percurso que nos conduz à desconfiança, ao medo e, por fim, ao ódio que nos leva a lado algum. Vamos redescobrir a amizade e o amor.
Vamos parar, nem que seja por um dia, de virar a cara com indiferença e falsa resignação aos problemas que enfrentam os que tiveram a desdita de nascerem no tempo e no local errados. O erro somos nós quem o alimenta e a dor deverá ser, por imperativo moral, nossa também.
Vamos parar de entender a vida como eterna, distraídos a desperdiçá-la com momentos de merda, iludidos de que o tempo perdido é passível de recuperação posterior. Ou de vagas compensações.
Vamos parar de correr sem sentido nenhum para um objectivo tão difuso que nem sabemos quando nem quem o traçou, de tão alheio ao nosso natural instinto de preservação.

Vamos parar, nem que seja por um minuto, para verificarmos se ainda somos, sem margem para dúvidas, pessoas felizes e de bem.
publicado por shark às 12:00 | linque da posta