REGRESSADOS DA BURMA

Impressiona-me, a mancha vermelha de monges budistas nas ruas de uma nação esmagada pela mais negra ditadura das que ainda restam por cair.
Cravos com pernas, numa luta desigual com canalhas que, teme-se, não tardarão a manchar com um vermelho de outro tom as vestes de quantos inventam coragem para desafiar abertamente um poder tenebroso que nem o nome do país lhes poupou.

Acompanho deslumbrado esta revolta imberbe que não tardará a crescer revolução.
E torço para que não se repita mais um banho de sangue nas páginas da História cruel de um mundo onde as tiranias matam sempre antes de morrerem por fim.
publicado por shark às 00:10 | linque da posta | sou todo ouvidos