LARANJA AMARGA (3)

E agora a versão do outro lado, confirmando o teor das várias polémicas. No ar fica a sensação nítida de desconforto por parte dos protagonistas.

Os diversos cambalachos de que a estrutura do PSD está a ser acusada pelos seus constituem um sinal preocupante do ponto de distorção a que chegaram as regras do jogo na política partidária. É essa a imagem que passa e poucos acreditarão que fenómenos semelhantes não acontecerão noutros partidos, pelo menos naqueles onde acontecem lutas efectivas pelo poder.

Tresanda a podre nestas manobras perigosas.
E Sócrates pode ir fazer jogging a Washington ou na Pampilhosa com um sorriso nos lábios, enquanto degusta por antecipação a mais do que provável reeleição pela ausência de oponentes à altura (se virmos as coisas de forma realista).

A conjuntura política nacional está cada vez mais parecida com a Primeira Liga de futebol...
publicado por shark às 20:37 | linque da posta | sou todo ouvidos