COELHINHOS DA CARTOLA

Sou um incondicional do blogue As Ruínas Circulares. Também sou um incondicional do João Pedro da Costa, o mentor da cena.
Podia (e posso) debitar aqui as múltiplas justificações para esta minha tendência ruinosa. Mas prefiro tentar explicar-vos de uma forma mais sintética, com apoio visual.
Os Coelhinhos Suicidas que o JP tem vindo a publicar no seu blogue, a partir de uma ideia original de um cámone chamado Andy Reilly, valem pela conjugação perfeita da simplicidade no traço com a da ideia a exprimir. E requerem um apurado sentido de humor.
Muita gente tem gabado, invejado e cobiçado os Coelhinhos do JP. Mas o JP é apenas um adulto interessante. Interessante mas adulto.

O desenho que ilustra esta posta não é do JP. É da MIOSÓTIS, em maiúscula e bold para vos ajudar a fixarem o nick da jovem autora. A MIOSÓTIS é filha da 1poucomais. A MIOSÓTIS (parabéns, querida, pelo teu fantástico desenho) já é uma blogueira das nossas (os Coelhinhos Maluquinhos falam por si) e adivinhem lá que idade tem.
Nove aninhos. Aos nove anos de idade, a filha da simpática Azul produziu o seu Coelhinho Suicida tal como o podem apreciar aqui e no blogue do João Pedro (até ver...). Eu fiquei impressionado, pois aos nove anos pouco mais fazia ou dizia do que baboseiras (ainda existe muito dessa criança em mim).
Agora digam-me lá, sobretudo os que já conhecem os coelhinhos em causa e que irão perceber melhor a dimensão da coisa, digam lá se a MIOSÓTIS não é uma garota especial e se o Ruínas não possui o condão de atrair muitos dos momentos mágicos com que a blogosfera nos encanta? É a torto e a direito, amigas e amigos, é uma coisa sem explicação...

coelhomaluquinho.jpg
publicado por shark às 18:58 | linque da posta | sou todo ouvidos