A POSTA LEONINA

leoa1.JPG

Ontem publiquei a foto de um bicho que me repugna. Hoje entendi publicar um contraponto, com um bicho que me fascina.
Não sendo adepto do Sporting, é suspeita a minha afeição a esta criatura. Mas não, benfiquista e campeão, posso explicar tudo certinho.
A leoa inspira-me um curioso paralelo com a minha espécie preferida. Vários, aliás.
E vão perceber porquê.

A força lê-se no olhar e no porte de uma leoa. A força com que cuida das crias e de um paspalhão qualquer, todo altivo, que nem se preocupa em garantir o sustento da família. Só come, dorme e embrulha-se em zaragatas com outros galos que lhe disputem o poleiro. E ela, determinada, zela por todo o clã (mas ele é que fica com a fama...). A leoa é competente e empenhada em tudo o que faz.

A sua inteligência revela-se a cada momento em que necessita de tomar decisões. A inteligência, a criatividade e a persistência, que aplica combinadas para superar em astúcia a velocidade superior das suas presas e inimigos naturais. Consegue camuflar-se na perfeição, mistura-se com a terra, o vento e o sol, despercebida, até ao momento ideal para atacar. E só ataca para, de alguma forma, se defender.

Ninguém é mais forte do que uma leoa quando esta se sente ameaçada ou pressente algum perigo para as coisas a que atribui maior importância. O amor é uma das suas principais energias, amor instintivo, poderoso, que se revela na ternura que deixa escapar no pouco tempo que lhe resta em cada dia.

A leoa é uma companheira leal e fiel ao macho da espécie com quem acasala. Aguenta com paciência as suas manias de pavão, as suas arrelias de machão e a falta de contrapartidas que, regra geral, são a marca dos seus dias a dois.
No entanto sabe dispensar o convívio de um leão, sempre que se impõe uma atitude mais feroz. Nessa altura evidencia as garras, as das patas e a outra. A garra que a leoa demonstra quando a ocasião exige ou simplesmente proporciona. Indomável, a bem dizer.

Por tudo isto admiro, respeito e sinto-me irremediavelmente atraído por bichos assim. Por tudo isto é da leoa a imagem mais bonita que a savana me ofereceu. A que partilho convosco acima.
Até parece que a ouço rugir...
publicado por shark às 14:56 | linque da posta | sou todo ouvidos