MESTRE ARLINDA

Já tinha lido no Expresso uma peça acerca desta mulher extraordinária e o Luís Ene também já a escreveu. Ontem voltei a tomar contacto com esse fenómeno impar numa reportagem transmitida no noticiário da SIC.
Teve uma infância levada da breca e uma adolescência absolutamente infeliz. Trilhou caminhos que conduzem a maioria das pessoas à mais absoluta das degradações. Foi vítima de constantes abusos sexuais, apaixonou-se pelo homem errado e acabou presa em Tires durante dois anos da sua conturbada existência.
Hoje é uma mulher bem sucedida, fotógrafa de renome em França, e não esconde ao mundo que conseguiu a pulso conquistar a felicidade que a vida lhe tentou roubar.

Arlinda Mestre é um ser humano especial. Pela volta que conseguiu dar aos diversos obstáculos e amarguras que o crescimento lhe deu a provar, pela alegria de viver que se sobrepõe a qualquer dos seus atributos e pelo olhar irresistível que a natureza lhe ofereceu.
Sensual e arrojada, não esconde que é uma mulher de paixões. Tem três filhos de três dos seus muitos amores. O seu estilo é o das pessoas que sabem o que querem e onde e como o conseguem obter. A Arlinda é uma vencedora incontestável e desse mérito derivam as suas glórias e ambições.

Todos os entrevistados foram unânimes num ponto: é uma mulher inteligente e tenaz. Aos 45 anos de idade, Arlinda incendeia os olhares à sua passagem. Também é atraente e destaca-se da multidão pela sua energia inesgotável. Os atributos acumulam-se e explicam a reviravolta que esta mulher conseguiu dar a partir do nada que tinha para ponto de partida. Venceu quando tudo nela indiciava um perfil perdedor. Venceu porque lutou e porque soube agarrar as oportunidades que procurou até encontrar.

Arlinda Mestre é uma artista de sucesso, abastada, desejada, dona do seu mundo e com parte do mundo dos outros aos seus pés. É uma mulher com um percurso que justifica o reconhecimento que lhe dão. Corresponde ao que entendo como uma portuguesa de que este país se pode e deve orgulhar. Corresponde a um dos modelos de pessoa que sempre mereceram o meu respeito e a minha admiração.
É o que designo por uma mulher fora de série.
publicado por shark às 20:01 | linque da posta | sou todo ouvidos