JOTA QUÊ?

Ao contrário do que muitos afirmam, se dermos atenção ao que as pessoas escrevem conseguimos captar-lhes a essência. Pelo menos alguns traços da personalidade extravasam das frases que nos fazem o rasto nesta comunidade virtual. Talvez os bastantes para termos uma noção aproximada do ‘calibre’ de cada um. E seguramente percebemos se estamos perante um escriba com dotes de comunicador.
Foram essas as características que prenderam a minha atenção, quando lhe li alguns comentários num blogue onde, pela natureza das postas, a intensidade das caixas pode expor o mais bem camuflado dos parvalhões. Ele estava ali há pouco, não sabia com que tipo de gente lidava, e no entanto exibia bom senso, respeito e moderação. E comentava pelos calcanhares, sendo esse o aspecto que me alertou para o seu apetite blogueiro.

Convidei-o a postar só para tirarmos as teimas (nem hesitou), embora lhe adivinhe (e o Eufigénio concorda) um enorme potencial que os factos doravante se encarregarão se confirmar. Sem restrições no conteúdo, no estilo ou na forma, responderá por si naquilo que vos oferecer.
É uma aposta pessoal, baseada em boa medida na intuição. Atrevo-me a pedir-vos alguns minutos para partilharem comigo a estreia do novo associado da Casa de Alterne. Convosco nestas águas, o mais recente comentador recrutado prá mui nobre função de blogueiro: o meu estimado e novel parceiro JQ.
publicado por shark às 10:39 | linque da posta | sou todo ouvidos