MEDICINA ALTERNATIVA

in-headpic-sthetoscope.jpg

A minha confiança na medicina reside numa fé que alimento, a de que a maioria das pessoas ligadas a essa actividade nobre e fundamental para a vida de todos nós são sensíveis, atentas, humanas e conscientes da fragilidade de quem acodem em aflição.
Multiplicam-se, infelizmente, os sinais em sentido contrário, como o comprova a mediatização de alguns exemplos indignos de desmazelo e de negligência. Mas estes constituem a excepção, tal como alguns profissionais cuja arrogância e sobranceria desviam dos preceitos sagrados da missão que abraçaram.

Saber comunicar com os pacientes é um dom que deveria constituir um factor de selecção dos profissionais da saúde e de estabelecimento das respectivas hierarquias. Quem comunica sabe escutar e quem escuta com atenção aprende a reagir em conformidade com as legítimas expectativas das pessoas. Os que adicionam à preocupação genuína com o bem-estar dos doentes uma disponibilidade generosa para lhes valer com dignidade e altruísmo coloco-os num pedestal da minha admiração.

Parece-me, por tudo os que lhes li, o caso destes dois colegas blogueiros que vos prescrevo como uma receita. Ambos exibem um inegável gosto pela sua arte, uma visão esclarecida do que se passa à sua volta e transmitem de forma tão inequívoca as suas perspectivas que, confesso, sinto-me mais saudável sempre que visito os seus espaços.
Ele é médico e chama desabafos às suas terapias blogueiras de comunicação. Ela é enfermeira e desafia-nos sem rodeios para a conversa, com postas de qualidade superior.
Representam o que de melhor tenho encontrado na medicina como na blogosfera. Vão visitá-los, pois assim poupo-vos à descrição exaustiva dos meus critérios necessariamente subjectivos sem, no entanto, vos privar das conclusões que o trabalho deles faculta a qualquer leigo e deveria servir de inspiração para os seus colegas de profissão.

Conversamos!, da LN
Desabafos de um Médico, do JC
publicado por shark às 14:11 | linque da posta | sou todo ouvidos