Sexta-feira, 08.09.06

SEM ABRIGO

sitting bull.JPG
Foto: Shark

O guerreiro veterano percebeu que a batalha estava perdida quando o mal se infiltrou, desilusão, no lado avesso da sua paliçada de cartão.
publicado por shark às 14:42 | linque da posta | sou todo ouvidos
Quinta-feira, 07.09.06

VACANCES DO ESQUALO

eu mexilhao me confesso.jpg

pesca na prata.JPG

hot snow.jpg

Fotos: Shark
publicado por shark às 22:06 | linque da posta | sou todo ouvidos

MESTRE CÃO

Acho que já vos falei há tempos de um velho chihuahua abandonado (acho que é essa a raça desses minorcas pelados) que abancou num estaleiro de obras nas traseiras do edifício onde moro.
É um daqueles cães irritantes, farta-se de latir mesmo que ninguém lhe dê importância. Incomoda um nadinha, pois o lugar dele é mesmo no canil de onde uma vizinha tóina o soltou, dando-lhe mais uma abébia para virar para a minha janela o seu ladrar histérico.

Eu gosto de cães. Mas também gosto de pessoas e não é por isso que tenho que as aturar a todas por igual. Aquele arraçado de pincher anão tem feitio zaragateiro, vira o dente a toda a gente que sente ter ficado com algo de seu (mesmo sem se meterem com ele, embirra). E tem pouco, de facto, pois é hostil mesmo a quem lhe sustenta os vícios de cão. Nem a tal vizinha escapou das suas dentadas manhosas e só por distracção poderá ter dado uma goela a um animal que tantas vezes lhe tirou a boa disposição com atitudes mesquinhas e uma barulheira distante mas perturbadora.

Agora estou de férias e não me incomoda a presença do canídeo a pilhas, mas aproxima-se o dia de regressar a casa e tenho que encontrar uma forma de aturar o béu-béu sem lhe enfiar a biqueirada que merecia mas já desisti de alimentar na minha ideia. Sou incapaz de maltratar os animais, ainda menos quando me metem dó.
O desgraçado do vira lata passa os dias e as noites a rosnar a sua desdita, coitado, e poucos lhe ligam. Compreende-se a motivação do seu feitio mau e tortuoso, traiçoeiro, e da sua insistência em latir mais para as janelas do lado dos que, como eu e a tal vizinha distraída, lhe vão dando pretextos para fazer ouvir a sua vozinha de falsete.

O meu cão, impávido, faz de conta que nem o vê. Ignora-o, como eu devia, e não lhe alimenta a vontade de ladrar.

Tenho muito a aprender com o meu cão.
Tags:
publicado por shark às 16:20 | linque da posta | sou todo ouvidos

NATASHA NO TACHO

A jovem austríaca que se tornou célebre a nível mundial, pelo motivo que se sabe, não queria ser incomodada. E com toda a razão, pois já teria bastado o incómodo que um psicopata qualquer causou à rapariga e aos seus.
Contudo, depois desse divulgado fenómeno de rejeição à insistência da Imprensa, acabou por aceder a uma entrevista televisiva (da qual resultarão dividendos pela retransmissão no resto do mundo) e agora deixou-se fotografar para uma revista, pressupõe-se que “a pagantes”.

Pelo transtorno que oito anos de vida (toda a adolescência) passados num buraco na casa de um estranho lhe causaram, é natural que a moça até justifique os lucros que a sua triste mediatização possa render.
Porém, é inegável que os dramas modernos possuem uma variação bizarra de final feliz.

Foram amplamente noticiados & viveram F€£IZ€$ para sempre…
publicado por shark às 00:49 | linque da posta | sou todo ouvidos | cuscar sem medos (4)
Quarta-feira, 06.09.06

A POSTA NO ÚLTIMO A RIR

Sempre admirei as pessoas capazes de parodiarem situações sérias. Vejo muito disso nas caixas de comentários alheias e até fico com pena de as do charco não funcionarem como deviam, para poderem acolher esses laivos de boa disposição.

É que muitas vezes as situações só são aparentemente sérias.

As aparências iludem.

E eu também gosto de brincar.
Tags:
publicado por shark às 13:22 | linque da posta | sou todo ouvidos
Segunda-feira, 04.09.06

A POSTA PRA VER

solidao prometida.jpg
Foto: Shark
publicado por shark às 23:20 | linque da posta | sou todo ouvidos

A POSTA PARA VER

189_8983.JPG
Foto: Shark
publicado por shark às 22:50 | linque da posta | sou todo ouvidos

A POSTA PRA VER

152_5292.JPG

Foto: Shark
publicado por shark às 22:28 | linque da posta | sou todo ouvidos
Domingo, 03.09.06

A POSTA NO SEXO EM GRUPO

Em resposta à proposta indecente da São Rosas, estreei-me hoje noutras águas.

Bolinha vermelha no canto.
Tags:
publicado por shark às 17:55 | linque da posta | sou todo ouvidos

CATCH ME IF YOU CAN

sobreaquecimento.jpg


Existem coisas (pessoas, situações, sinais) que nos transmitem uma sensação desconfortável de calafrio. É uma reacção desconcertante porque impossível de racionalizar. Apenas sentimos que há algo de errado no filme mas não sabemos explicar perante nós próprios o quê e ainda menos porquê.
Coisas que não batem certo com a lógica que nos permite perceber a realidade de uma forma que encaixe nos moldes ditos normais.

Essa estranha percepção, desenvolvida sabe-se lá onde nos recantos mais esquecidos do nosso encéfalo subaproveitado, também nos transmite ondas positivas que nos levam a embarcar muitas vezes na mais retorcida incógnita, por simples impulso. Chamamos-lhe instinto para lhe podermos chamar alguma coisa, mas ninguém sabe explicar de forma inequívoca o que está afinal na origem desses fenómenos quantas vezes tão intensos que alguns chamam-lhe paranormais e outros atribuem-lhes um cariz mais do que sobrenatural. Divino, até.

Ao longo da minha vida prestei atenção a essas manifestações interiores. Em muitos momentos deixei-me guiar por esse farol interno que me safou de algumas encrencas (ou apenas me deixei limitar pelos condicionalismos inadiáveis e explica-se assim o abrandamento contra-natura). Mas também me conduziu como um passarinho às armadilhas com que uma vida normal nos confronta, quantas vezes com a nítida noção do risco em causa.
Gosto de arriscar, confesso, uns mergulhos de pranchas a partir das quais nem se consegue distinguir o tipo de chão onde eventualmente me estatelarei. Cego às recomendações desse alerta que tenta manter aberta a minha janela para a lucidez.
É nesse apelo inexplicável para o risco semi-controlado que residem as razões para a maioria dos disparates que cometo, cometi e cometerei sem dúvida no futuro que me restar.

Dou-me mal com faróis ou outros avisadores de perigos vários, pois gosto de encontrar a luz dos meus caminhos no meio da escuridão. Sem muletas, sem interferências, capaz de enfrentar os meus medos (acabo de vencer o mais ancestral, o medo aos dentistas) e de lamber as minhas feridas até cicatrizarem por si. Ou por mim, que no balanço me julgo merecedor de alguns trambolhões sem consequências funestas.
Avanço para o medicamento completamente desatento às contra-indicações e emborco-o sem hesitar, alheio às quantidades prescritas na receita. Tanto faz morrer da doença ou da cura…

Acima de tudo exijo viver num ritmo compatível com a minha alergia. Reajo mal à monotonia a que a prudência em excesso me reduz e aceito as consequências de algumas irreverências que me deitam a perder aqui e além, melhor ou pior.
Embalado pelo tal “instinto”, a mais de duzentos à hora numa auto-estrada até rebentar com o conta-quilómetros e a seguir gripar o motor. E isso se não me estampar entretanto.
Ou envolvido em situações de contornos delicados, tentando controlar os pequenos focos de incêndio que denunciam o descontrolo de fogos devastadores nos conturbados bastidores da minha emoção ateada.

Assim me explico no que não possui explicação alguma. Lenitivos para o reconhecimento de atitudes que oscilam entre o inevitável mergulho no caos e a mais absurda estupidez.

A minha razoabilidade é feita de ténues barreiras de sinalização que muitas vezes atropelo no meio da correria desvairada rumo ao “bute” que grita dentro de mim.

A minha vida é feita de curvas apertadas, mas é em frente é que é o meu caminho.

E depressa que se faz tarde.
publicado por shark às 16:30 | linque da posta | sou todo ouvidos
Sábado, 02.09.06

CABO DAS TORMENTAS

Dedo no leme, olhos colados ao horizonte no monitor. Navego pelo amor, comando à distância, parto para onde o coração me levar.
Movo-me afinal pela urgência de za(r)par rumo ao teu canal.
publicado por shark às 19:26 | linque da posta | sou todo ouvidos
Sexta-feira, 01.09.06

(LIS)BOA TODOS OS DIAS

net da treta.jpg


pavilhao atlantico.jpg


centro cultural belem.jpg


lights out.jpg

Fotos: Shark
publicado por shark às 16:58 | linque da posta | sou todo ouvidos | cuscar sem medos (2)

Sim, sou eu...

Mas alguém usa isto?

 

Postas mais frescas

Para cuscar

2019:

 J F M A M J J A S O N D

2018:

 J F M A M J J A S O N D

2017:

 J F M A M J J A S O N D

2016:

 J F M A M J J A S O N D

2015:

 J F M A M J J A S O N D

2014:

 J F M A M J J A S O N D

2013:

 J F M A M J J A S O N D

2012:

 J F M A M J J A S O N D

2011:

 J F M A M J J A S O N D

2010:

 J F M A M J J A S O N D

2009:

 J F M A M J J A S O N D

2008:

 J F M A M J J A S O N D

2007:

 J F M A M J J A S O N D

2006:

 J F M A M J J A S O N D

2005:

 J F M A M J J A S O N D

2004:

 J F M A M J J A S O N D

Tags

A verdade inconveniente

Já lá estão?

Berço de Ouro

BERÇO DE OURO

blogs SAPO