A POSTA NA TABELA FANTASMA

top defuntos.jpg


O top de comentários do Weblog transformou-se numa página de necrologia e oferece-nos a oportunidade de render as homenagens póstumas a diversos blogues que esta tabela de velórios (e o Charco está lá, porra…) rende, constituindo alguns deles verdadeiros case studies do que a confusão instalada pelo spam e as caixas abertas em blogues parados podem realçar.

Uma análise breve à lista dos 25 blogues mais comentados da semana nesta plataforma sui generis permite-nos descobrir candidatos ao Guiness como o Semiramis (mais de dois mil comentários na posta “fatídica”, acumulados desde Fevereiro) ou o Gato de Uma Orelha Só (perto das quinhentas entradas, quase quinhentas spamadas, ali expostas desde o dia em que o blogue conheceu a extrema unção por parte do respectivo criador, meses atrás).

E já vão dois. Mas há mais extintos nesta lista de “mais participados”.
O Dias de Blogue há quase 365 deles que não bloga. O Com Pinga de Sangue está sem pinga de coisa alguma desde o ano novo e só com uma transfusão do Top do Weblog se mantém na "ribalta". O Enigmódromo está como o nome indica, misterioso, vivinho da silva e cheio de comentários (mas ninguém se acusa). O Short Stories também não percebi muito bem, pois passou a Bunkerproject (um photojournal do Tiago) e não sei se é um blogue sequer (mas se é, é dos mais participados. Claro.).

E quem soma dois a quatro obtém meia dúzia.
No Papel de Parede anunciam que “ainda cá estamos”. Mas desde Maio que estão mas não piam e os fiéis comentadores parecem nem dar conta…
O Microcosmos não dá sinal de vida desde Novembro do ano passado. Mas os de cima comprovam que não é necessário blogar para obter excelentes lugares nos melhores rankings e este não é excepção. Quem não aprecia um grupo de comentadores tão persistente?
Ainda há o Planeta Diário (que tudo indica ter passado a trimestral). Meses após a última edição, tem leitores e dos que comentam! A Imprensa escrita devia pôr os olhos neste exemplo de longevidade e de fidelização da clientela.

E vão nove. Em vinte e cinco. Sobram dezasseis, o que é razoável.
O problema é que encontro lá blogues como o Delírios (cujo visual não parece vocacionado para atrair multidões) e o Rei Vai Nu (também pouco comentado, como se pode perceber pelas últimas entradas – e isto não é desprimor para ninguém, no charco não reina a confusão nas caixas… - o que faz estranhar a sua presença nesta tabela, convenhamos).

Sobram catorze. Pouco mais de metade. Activos e efectivamente comentados. E o que quer isto dizer? Quer dizer que a malta do Weblog não está atenta e que irá descredibilizar os indicadores que nos faculta naquilo que inclui num espaço chamado “Serviços”. Serviços pagos, recordo eu, que justificam medidas mais empenhadas para os manter operacionais.
E não tentem colar-me a pele do “malandro” que escolheu o Weblog como alvo prioritário das suas atoardas. Se eu menti em algum aspecto, digam-me. Por favor.
Preferia estar enganado do que ter que admitir que o AEIOU se está nas tintas para esta cena toda. E enquanto não estiver certo do contrário e, pelo menos, até Outubro (quando expira o período que paguei), tudo farei para me certificar que não dormem no ponto (como estes sucessivos indicadores, aliados aos silêncios comprometedores, nos transmitem).
Explicações e pedidos de desculpa. Como qualquer empresa do mercado. É o que se exige a quem não cumpre. E a malta pressente que o Weblog, como quase metade da sua listagem de mais participados, já conheceu melhores dias.

E eu ambiciono dias melhores. Porque me esforço e porque assisto todos os dias ao resultado do esforço de muitas e de muitos como eu, a pagantes, para tornar esta realidade dinâmica e apelativa (à medida dos interesses comerciais do AEIOU, que defendemos por tabela…).

Já têm sorte por ainda não ter chegado o dia em que terão de pagar para contarem com os melhores e/ou os mais visitados para manter viva a plataforma.
E isto é quase uma profecia.

Pode tornar-se, se não fazem pela vidinha e tentam seduzir os vossos clientes/fornecedores que já bateram ou ameaçam bater em retirada, quase uma maldição…


Nota: Não incluo linques por dois motivos. Para não ser mais um a enviar visitas para blogues abandonados. E porque esta posta foi feita com base nesta tabela (onde os mais cépticos podem comprovar o que afirmei.)
publicado por shark às 09:41 | linque da posta | sou todo ouvidos