CAEM COMO TORDOS...

cemiterio de campo maior.jpg
Foto: shark

...Os blogues individuais da “minha” blogosfera. E outros agonizam, funcionando aos solavancos para adiarem o fim anunciado.
Se isto indica uma tendência, o charco está a ficar obsoleto pela insistência.

Todavia, e sendo pouco provável o meu recrutamento para blogues colectivos ou alguma iniciativa minha nesse sentido, continuo a apreciar esta minha aposta a solo e os contadores alimentam a ilusão de que ainda existem alguns interessados no que tenha para dizer ou mostrar. É nestas duas vertentes que se baseia a minha teimosia contra a corrente.
Claro que de repente pode dar-me uma travadinha. Não seria a primeira vez.

Mas até chegar esse dia, em que me farte disto ou os factos comprovem que isto se fartou de mim, continuarei a recorrer ao charco para vociferar a minha ira, desabafar as minhas angústias, louvar os meus amores ou simplesmente partilhar convosco aquilo de que sou capaz no manusear das palavras e das imagens. Enquanto isso me der alguma pica.
E a vocês também.

Entretanto, continuarei a alimentar o fóssil com o melhor que consiga produzir para justificar o vosso tempo e a vossa atenção.

Cada vez mais metido comigo próprio. Cada vez mais marginal.
publicado por shark às 11:57 | linque da posta | sou todo ouvidos