AQUELA PESSOA

Aquela pessoa parecia emparedada pelas vicissitudes da vida, tentava impedir a vitória da insanidade temporária que se queria instalar de vez naquele olhar perdido nas imagens de um passado para onde fugia, sempre que se sentia à toa, em busca de um santuário para resguardar a lucidez.

 

Aquela pessoa parecia encurralada por uma situação lixada, tentava em vão procurar uma solução até que desistia, por algum tempo, e fechava-se num tormento muito seu, olhar aparentemente perdido num qualquer ponto mas na verdade olhava para dentro, alucinado pela pressão, abraçado a uma solidão que defende a pessoa do sufrágio dos outros nos momentos menos bons.

 

Aquela pessoa parecia isolada numa causa perdida, numa ilha deserta de alternativas que era um pouco como um naufrágio aos bocadinhos, afogada a pessoa em problemas da vida que a sufocavam, emparedada por detrás de muros que construíra pedra por pedra na sua mente alucinada, por detrás daquele olhar perdido num espaço profundo que a loucura, com a vontade que evidenciava de ali se instalar, nunca parava de escavar.

Tags:
publicado por shark às 13:57 | linque da posta | sou todo ouvidos