TUDO NUMA NET, PERTO DE SI

Os que procuram o conforto da integração num grupo qualquer.

Os que exibem a ingenuidade infantil dos sonhadores.

Os que abraçam a missão como algo de determinante e outros antes pelo contrário.

Os que actuam com a frieza e o pragmatismo dos distantes.

Os que se refugiam no silêncio.

Os que buscam desesperadamente comunicação.

Os que mandam.

Os que deixam.

Os que pensam pequeno.

Os que alardeiam enorme.

Os que desenvolvem afectos a partir do nada.

Os que em nada encontram emoção.

Os que desbaratam.

Os que aforram.

Os que treinam a ganância.

Os que fogem ao confronto.

Os que o promovem.

Os que sim.

Os que não.

 

Muitos talvez.

publicado por shark às 12:12 | linque da posta | sou todo ouvidos