CAMBADA DE MERDOSOS QUE ANDAM POR AÍ...

O tipo é dono de, pelo menos, um edifício. Desse edifício, negligenciado em matéria de obras de conservação, caiu um pedaço que partiu o vidro pára-brisas de um dos meus carros. Já lá vão quase três semanas.

Logrei obter o número de telemóvel do fulano e tenho vindo a tentar resolver o problema (com o carro parado à porta desde então) a bem. Primeiro tentou descartar a responsabilidade para um empreiteiro que tinha lá andado em obras numa fracção (por conta do inquilino!), depois e por perceber que eu lhe ligava de hora a hora para o telemóvel, acabou por dizer que sim que ia participar à sua seguradora e era só eu arranjar uma foto do sítio de onde tinha caído o tal pedaço.

Fiz a foto há quase uma semana e desde então tem mantido o telemóvel desligado quase a tempo inteiro.

 

Deixei-lhe hoje uma mensagem a informá-lo que (e para já apenas pelos meios que a Lei me disponibiliza) vou dedicar boa parte da minha vida a infernizar-lhe a existência até assumir a responsabilidade que lhe compete.

 

Agora digam lá: faz algum sentido um gajo ter que chegar a este ponto só para o ressarcirem dos prejuízos que lhe provocam, isto para já nem falar do transtorno inevitável?

Tags:
publicado por shark às 15:02 | linque da posta