DIREITA, VOLVER...

E pronto, parece que tá decidido.
O partido no poder ficou a saber que o seu eleitorado não é composto por cordeirinhos mansos que votam onde os mandarem, mas sim na opção melhor.
O maior partido da oposição (e o seu líder) podem encavalitar-se nas costas desta vitória para atacar as legislativas com outra ambição.
O PC voltou a não perder.
O Bloco voltou a não ganhar.
O Garcia Pereira queixa-se da arbitragem e fica legitimada “na secretaria” a sua recandidatura às próximas presidenciais, já que nunca perderia em condições normais...

Parece que fica quase tudo na mesma.
Mas fico ansioso por assistir às repercussões deste flop da esquerda toda e no partido da rosa em particular.

Fico-me com meia vitória, para contrapor o amargo sabor do que não passa afinal de uma derrota total.
publicado por shark às 20:18 | linque da posta | sou todo ouvidos