DO EGO E OUTROS BRÓCULOS

botox.gif



Uma massagem ao ego é como uma injecção de Botox: distende as rugas da auto-estima, preenche os interstícios dos tecidos que murcharam sob um qualquer efeito temporal ou outro, produz uma aparência lisa e lustrosa, uma ilusão de ar saudável com uma duração a prazo.
Há quem domine esta técnica à custa de muitas horinhas de queimar pestanas a ler publicações começadas por "Como conseguir o seu..." e terminadas em "...em 3 meses." e assim obtenha, a espaços, a efémera sensação de ter conseguido o objectivo a que se propôs. Nada mais errado...
Pois o chato nisto é que requer uma persistência que garanta a continuidade do efeito. E nem sempre é possível praticar a coisa.
E é triste constatar o alheamento de quem ocupa os seus dias a afinar as técnicas, escolher as agulhas e preparar o material entre uma massagem e outra. É que entretanto, o alvo do tratamento tem uma vida que decorre, alegrias e tristezas, passeios ao pôr do sol e banhos de espuma, jantares à luz de velas e noites de sexo, trabalho e lazer e amigos e amantes e inimigos e outros mais.
Que dele disfrutam. Enquanto o pobre "ténico" massajador apenas sonha com a próxima vez em que o há-de apanhar sobre a sua asséptica marquesa...

Mar
publicado por shark às 16:19 | linque da posta | sou todo ouvidos