Desencontro

A figura patética de um homem apaixonado com o desalento estampado no rosto de quem se sente apanhado na armadilha da ilusão. Um ramo de flores espalhado pelo chão, ao longo do caminho até ao ponto de partida depois de lhe falhar uma chegada que, na verdade, para ele nunca aconteceu. Os passos arrastados de um homem cabisbaixo, rua fora, torpedeado pelo inferno das melhores intenções.

Tags:
publicado por shark às 22:44 | linque da posta | sou todo ouvidos