A POSTOS PARA AS POSTAS

É incrível como um gajo consegue sempre encaixar uma ou mais postas num dia tão preenchido. No fundo, com vontade e com gosto arranjamos sempre o tempo e a inspiração necessárias para ir rodando a primeira página destes nossos diários de bordo.

Outro aspecto importante é o do pretexto. Um bom pretexto, por exemplo reagirmos a um desgosto ou uma arrelia que alguém nos dá, faz maravilhas pela nossa disponibilidade para blogar. E todos sabemos que isto do tempo é uma coisa muito relativa. Para um sms rápido, um email de bons dias ou uma posta de resposta arranja-se sempre um buraquinho na agenda. Basta querer.

Faz parte dos encantos da blogosfera, essa capacidade de encontrar em nós aquela réstia de energia que damos por perdida quando nos convém preguiçar ou apenas justificar a falta de pachorra. Renascemos num instante, recuperamos as cores, soltamos o verbo que parecia tão perro quando nada nos suscitava um entusiasmo digno desse nome.

As melhores postas até podem sair assim, de repente, num acesso de fúria ou apenas numa displicente exibição de que as nossas desculpas para não fazer algo valem o que valem. O que conta é acima de tudo o motor de arranque certo, o tiro de partida para acordar a lebre sob a pele de tartaruga e num instante termos tudo o que faz falta para o acto de comunicar.

Nem que seja para desatinar com alguma embirração das nossas (nem todas, pois podemos cruzar os braços relativamente às mais sérias e dar-nos para exibir a nossa estaleca apenas em relação às menos indicadas), entre o fax que se envia e as compras de final do dia lá encaixamos a tal posta que estava mesmo a pedi-las.
Provamo-nos capazes de dar mais de nós, mesmo num contexto alegadamente impossível de contornar.

No fundo, a blogosfera pode funcionar como um composto vitamínico, uma máquina do tempo (das que o inventam) ou apenas um ginásio ou um ringue virtual onde treinamos com os nossos sacos de pancada indispensáveis a porrada verbal que depois acabamos por não dar a quem dela mais precisa…
Tags:
publicado por shark às 20:56 | linque da posta | sou todo ouvidos