A POSTA NA ASSOCIAÇÃO ANIMAL

animal.gif

Em diversas ocasiões tentei acudir pessoalmente a animais maltratados, não porque isso faça de mim um santo mas porque gosto de animais e detesto gente bruta e cobarde que aproveita o desequilíbrio de forças em favor da sua natureza vil.
Outras vezes preferi recorrer a algumas das instituições ligadas à defesa e protecção dos animais e acabei sempre com a triste sensação de estar a perder o meu tempo com “tias”. Tudo lhes fazia confusão, tudo constituía um obstáculo intransponível, queixinhas e mais queixinhas e nada de concreto em termos de actuação.

Na mais recente situação com que me confrontei, por relato de terceiros acerca de um fulano que alegadamente maltratava o seu cão, lembrei-me da ANIMAL, uma associação que deu nas vistas por não temer manifestar-se contra as touradas in loco. Quem conhece os adeptos das touradas sabe que uma boa parte deles não prima pela elegância nas reacções, pelo que fiquei impressionado com a capacidade de mobilização e a coragem daquela rapaziada.

Um simples email bastou. Em poucas semanas, o dito agressor viu-se a braços com uma inspecção dos serviços camarários e embora o canídeo não exibisse sinais evidentes de agressão ficou a saber que futuras situações não ficariam impunes.
E viu-se obrigado a registar, vacinar e aplicar o chip no cão e isso de outra forma nunca teria vindo a acontecer.

Por isso mesmo, aproveito este meu tempo de antena para em simultâneo elogiar a eficiência e simpatia da ANIMAL e para vos sugerir que conheçam o site deles e, no mínimo, subscrevam a newsletter que nos mantém a par das suas actividades.

Uma coisa é certa, os defensores da ANIMAL não são meninos de coro e esfregam nas ventas de quem duvidar da crueldade que grassa neste domínio as provas que não deixam margem de manobra para dúvidas.

E fazem, muito mais do que alardeiam.
publicado por shark às 18:06 | linque da posta | sou todo ouvidos