CELEBRATION OF LIFE

diabroria 2.JPG
Foto: Shark

Há precisamente dois anos participei numa realização conjunta, a única em que me envolvi directamente ao longo da aventura blogueira, que consistiu na organização de um encontro promovido a meias por dois blogues: este e o Espelho Mágico, agora desactivado e substituído pelo novo espaço da minha sócia nessa empreitada.

Desse evento, que reuniu catorze pessoas na altura próximas em termos virtuais, conservo a memória de um momento excepcional que o tempo esboroou em matéria de ligação entre mim e os participantes nesse blind date. Mas também lá consolidei uma paixão arrebatada que produziu momentos de excepção e hoje se traduz naquilo que a protagonista define, e muito bem, como uma cumplicidade que, acrescento, se revela difícil (senão impossível) de (ter)minar.

A efeméride vivo-a em parte pela celebração da magia do evento em causa, embora seja a força da minha relação actual com a parceira nessa organização o verdadeiro mote para distinguir este dia como especial no meu calendário privado de comemorações.
Pelo que partilhámos, pelo que vivemos, por aquilo que representamos hoje um para o outro num plano que em muito transcende o virtual que nos uniu desde então.
Amigos para a vida, com segredos revelados e perdões partilhados sempre que as diferenças se fizeram sentir na complexa interacção de duas personalidades um nadinha radicais…

Uma história de amor e de amizade em comum, nascida de uma relação construída a partir do suporte virtual. Bonita de lembrar, intensa de viver, mais do que suficiente para justificar esta singela homenagem que presto à única pessoa daquele grupo (naquele dia) magnífico que nunca deixou de acreditar no homem por detrás das reacções impulsivas e das avaliações superficiais.
Que nunca me deixou cair.

É tudo isso que lhe devo, confiança e persistência. Dedicação. Lealdade. E carinho e apoio e mais uma carrada daquelas coisas que só recebemos de quem verdadeiramente gosta de nós por aquilo que somos de facto.

É isso que justifica e torna pertinente tomar-vos este tempo público com a minha celebração privada.
publicado por shark às 23:22 | linque da posta | sou todo ouvidos