O VARAPAU DE CORRIDA

Estou prestes a abandonar mais uma etapa da minha existência, a de trintão. Foi giro, confesso, e termina em apoteose (por causa daquilo que não digo para não vos maçar). Mas estou muito optimista com a entrada nos entas por um motivo que já aqui abordei: ando num pico de forma, bem melhor do que aos vinte, surpreendido com uma postura competitiva com a qual não contava nesta altura.
Por isso me despeço dos trintas sem qualquer espécie de saudade ou de nostalgia. Vou entrar no novo ciclo com boas razões para me sentir optimista e é bom um gajo sentir-se assim, pronto para enfrentar qualquer desafio. Mesmo os desafios mais exigentes, pois a passagem dos anos confere-nos talentos que nem suspeitávamos existirem quando o entusiasmo se fazia apenas de vontade de fazer. Agora faz-se da vontade de fazer bem. Cada vez melhor.

E o corpo reage sem hesitações a esse apelo, o que para mim é uma maravilha. Para qualquer pessoa, aliás. E a cabeça também. Tudo num ritmo que indicia, caso não surja nenhum imprevisto, mais uma década em cheio. Cheio de motivos para eu gostar de ter nascido, mais as pessoas que me fazem feliz.
Ando cheio de speed. Venham os quarenta que eu faço-lhes a folha...
publicado por shark às 23:58 | linque da posta | sou todo ouvidos