SÍNDROMA DAS SEXTAS

Para dar uma ganda pala, podia referir um importante estudo científico realizado pela Universidade Knardiewsky Ptolomai e espetar aqui o linque de um blogue polaco qualquer acerca do cultivo de begónias.
Mas não, trata-se mesmo de puro empirismo aquilo que sustenta a minha afirmação que dá título a esta posta. Vale o que vale e se calhar até é mentira.

Porém, toda a gente já percebeu que os blogues não são Imprensa e por isso constituem fontes de cariz necessariamente falível e, por isso mesmo, susceptível de confirmação. Ou seja, qualquer jornalista que quisesse publicar uma notícia com o título "Bloqueio Blogueiro das Sextas" ou coisa que o valha teria que ter à mão um dicionário de polaco para se certificar de que o blogue citado não versava a jardinagem.
E se fosse um blogue escrito em português a questão colocava-se da mesma maneira.

Quero com isto dizer que um blogue serve para aquilo que o seu autor quiser e se ele quiser até pode ser Natal todos os dias. E eu quero dizer que basta olhar para o índice do Weblog para concluir que, tirando o "Pudim de Pão e Café" do Culinária e esta posta rasgativa da Tati, pouco de verdadeiramente interessante ou inspirado a gente encontra para curtir. Mas é mesmo assim, à sexta a malta entra em modo stand by, o número de visitantes decresce e o ritmo da criatividade parece estagnar.

Como isto já aconteceu em várias sextas-feiras, arvoro-me o direito de concluir.

E com isto, esta posta verdadeiramente inútil, comprovo a minha teoria e assumo-me doutorado em Ciências Blogueiras (pela Universidade acima referida, claro).
Tags:
publicado por shark às 14:54 | linque da posta | sou todo ouvidos