GENTE QUE BLOGA - JORGE MORAIS (& POST)

Foi o alvo de um dos meus momentos mais infelizes na blogosfera (e fora dela), meses atrás, e desarmou-me com a forma frontal e sensata como resolveu comigo a questão “nos bastidores”.
Depois de sanado esse conflito que nunca deveria ter existido, já por diversas ocasiões o Jorge Morais me desmentiu pressupostos e embaraçou pela antítese do que dele pensei e nalguns casos afirmei e que agora justificam um mea culpa de peito aberto.
Neste meu antigo parceiro no Afixe concentro hoje a merecida homenagem ao grupo que constituiu em torno de um projecto colectivo, o Ante & Post, que acaba de celebrar um marco histórico para qualquer blogue: um milhão de visitas.
É obra e assume aos meus olhos maior relevo quando é sabido que o projecto não se construiu em torno de “vedetas” badaladas desta nossa comunidade, mas de blogueiras e blogueiros outrora discretos que a sinergia do grupo transportou para outro limiar que os números (que são factos) bem comprovam.

Existem na equipa do Ante & Post colegas que me calculariam incapaz deste gesto, por via de animosidades ou distanciamentos provavelmente impossíveis de ultrapassar. Contudo, só numa perspectiva mesquinha poderia ignorar o mérito que assiste ao conjunto na produção de um trabalho que só menosprezará quem o inveje, destacando-se o mentor apenas pela visão que revelou nas suas escolhas e, acima de tudo, pela liberdade criativa que concedeu aos parceiros que bem a souberam aproveitar, no meio de uma equipa tão homogénea quanto diversificada nos estilos que encontramos ali.

Observei ao longo do amadurecimento desta realização colectiva a evolução incrível de colegas que até então pareciam algo hesitantes e ali adquiriram uma confiança que se traduz no resultado que se vê.

O Ante & Post nasceu da motivação de um colega que primou pela originalidade na sua forma individual de blogar, sempre interessado em experiências que pudessem trazer algo de novo aos espaços que concebeu. Contudo, é evidente nesta altura que a sua característica mais notável é o “olho” para o recrutamento que no caso concreto soube associar a um inteligente espaço de manobra que deixou ao cuidado da equipa formada e que entretanto conheceu um novo aditamento (o Bill) que prova encaixar-se na boa naquele blogue cuja história já regista, para além de diversas distinções, um feito difícil de alcançar.

Ao blogue no seu todo endereço os sinceros parabéns pelo milhão.
Ao seu mentor acrescento um merecido e humilde pedido de desculpas (um milhão delas...).

Pela estupidez que protagonizei.
publicado por shark às 17:10 | linque da posta | sou todo ouvidos