MUNDO CANALHA

Imagino-me na pele dos pais de uma miúda tão brilhante como a Malala Yousafzai, catorze anos de idade, e percebo o orgulho que deverão sentir.

Malala é muito jovem para uma pessoa capaz de intervir de forma tão retumbante a nível mundial. É uma pessoa especial, capaz de se destacar da multidão num país onde as mulheres lutam o triplo por um terço do reconhecimento e o acesso ao conhecimento é difícil para ambos os géneros.

 

Foi essa miúda brilhante que a Reuters informou há pouco ter sido atingida a tiro e transportada em condição crítica para um hospital.

Tags:
publicado por shark às 10:56 | linque da posta | sou todo ouvidos