A POSTA QUE PELO MENOS FOME HÁ MUITOS QUE NÃO PASSAM

Sim, uma crise endiabrada, os menos abastados a terem maior dificuldade para orientarem a vidinha, muita gente a perder o emprego principal mas a manter a actividade paralela, pois alguém anda a vender os produtos avon, tupperware e outros à pazada, bem como diversa mercadoria de outra natureza que não vou aqui dissecar de forma exaustiva mas que passa ao lado dos números que traduzem esta enorme aflição e não pagam impostos, o que ainda nos enterra mais, sim, uma crise tramada e ninguém me pode oferecer lições nesse particular.

 

Contudo, a pessoa vai finalmente dar uma voltinha até Almeirim para matar anos de saudade de uma sopa da pedra a sério (sim, com pedra e tudo) e espera quase uma hora pela vaga num dos muitos, mesmo muitos, restaurantes da localidade, mesmo à grande e à americana, e das duas uma: ou o plafond dos cartões de crédito está a subir ou a grossura dos colchões está a minguar...

publicado por shark às 22:30 | linque da posta | sou todo ouvidos