DE PAPO CHEIO

Quem me conhece sabe bem o que sou. Sou um zé ninguém, um agente de seguros que por acaso até bloga e igualmente por acaso às vezes saem-me coisas giras e a malta gosta. Contudo, isso não muda seja o que for no pressuposto introdutório desta posta. Sou mesmo um gajo como os outros, sem nada de especial a assinalar que não uma virilidade extraordinária (isto num plano estritamente verbal, que é do que estamos a falar agora).

Por isso, quando vejo o Dr. Fernando Nobre em plena entrevista à Judite (se a doutora me permite a informalidade) referir-se ao episódio das galinhas que abordei aqui e afirmar que até leu um cronista muito inteligente que afirmava que as crianças não perseguiriam o pão mas sim as galinhas e colocou o tal cronista no lugar e em directo com a referência de que as galinhas têm dono e por isso as crianças não lhes poderiam tocar, quando vejo isto não posso deixar de cantar de galo e, à falta de qualquer outra menção a inteligentes cronistas que tenham pegado pela coisa por esse prisma, acreditar que era à minha posta e a mim mesmo que o doutor candidato se referia (até porque basta googlar "fernando nobre galinhas" para perceber que é mesmo muito fácil dar com a tal posta).

 

Claro que não tardarei a perceber que afinal um cronista inteligente propriamente dito até publicou a mesma ideia num qualquer jornal de referência e era a esse e não ao tubarão que o Dr. Fernando Nobre se referia.

Mas até esse dia chegar vou mesmo acreditar que foi nesta vossa casa que o ilustre candidato à Presidência da República bebeu aquela referência e por isso vou aguardar com serenidade o convite para o Combate de Blogues ou no mínimo para a assessoria de imagem do gerente da Casa dos Frangos de Moscavide.

publicado por shark às 21:37 | linque da posta | sou todo ouvidos