A POSTA PROGENITORA

O brilho nos olhos e o sorriso nos lábios denunciam-lhe a impaciência. Começou a preparar tudo no dia dos namorados, com a dedicação de quem ama e quer provar esse amor a um feliz contemplado. E esse sou eu, o felizardo que lhe lê no entusiasmo e na alegria, na euforia que lhe tira o sono quando prepara a homenagem a uma pessoa importante da sua vida, o quanto represento na sua estrutura emocional.

Nem sempre lhe mereço esse amor, distraído com realidades alternativas que me afastam do seu mundo. E no fundo cada momento de atenção que disperso pelas coisas secundárias, em vez de me concentrar no essencial que sei de antemão não durará para sempre com esta intensidade e emoção, é uma perda irreparável para ela e para mim.
As coisas são mesmo assim.

Outras pessoas, outros alvos do carinho que ela sabe dedicar, assumirão crescente importância ao longo das etapas que irá percorrer no futuro próximo da vida que lhe desejo imensa e feliz. E eu ficarei a saber nessa altura o quanto de precioso desperdicei nas coisas a que me dediquei no tempo que ela teve para me oferecer.
Esse tempo é agora e tem hora marcada para acabar, ou pelo menos para se transformar numa parcela que sobra do dela enquanto o meu se escoa rumo ao dia em que não restará tempo algum.

Hoje o seu dia é todo para mim.
E eu sinto-me o melhor homem do mundo, na minha pele privilegiada de pai.

olhos teus.JPG
publicado por shark às 12:05 | linque da posta | sou todo ouvidos