FAZ DE CONTA QUE É UMA CRÓNICA DE VIAGEM

Um mundo verde, com pássaros habituados às pessoas e que pousam ao nosso lado à espera da refeição habitual. Entre muros, à parte de qualquer outro mundo lá fora dos muitos que nos são dados a conhecer.

 

Um paraíso artificial à medida dos que podem, por esta ou aquela razão, usufruir de uma condição privilegiada. Nem que seja de quando em vez.

 

E é isso que eu, felizardo de um mundo que é mais abastado mas nem por isso se revela superior, espreito pela janela num cenário criado só para me impressionar.

publicado por shark às 16:30 | linque da posta | sou todo ouvidos