VOTAR EM CONSCIÊNCIA É NO QUE DÁ...

São exemplos como o que a Câmara dos Representantes deu, com os Republicanos a votarem contra Bush, que sustentam o desespero dos partidos políticos em imporem disciplina de voto nas questões mais polémicas.

 

É que numa Democracia parlamentar corajosa arrisca-se o pluralismo e na versão cobarde (como a portuguesa) impõe-se a "União Nacional" repescada...

 

publicado por shark às 22:17 | linque da posta | sou todo ouvidos